Feijão Tropeiro - Homenagem a Inconfidência Mineira

20 Apr 2018

Bom dia!!!

E hoje na Coluna CBNGastronomia, Gilson Aguiar e eu tivemos um bate papo animado sobre esse pedaço da história brasileira: A Inconfidência Mineira.

Como amanhã é feriado de Tiradentes, não podería deixar de falar sobre essa cultura tão rica.

 

A cozinha e a gastronomia de Minas Gerais cruzam e se confundem com a história do Brasil

 
“Chão de cimento queimado, fogão construído a partir de técnicas tradicionais, quando não feito a partir dos cupinzeiros que surgem nos pastos ou de latões embutidos nas grossas paredes de adobe. Linguiças ou carnes defumando, dependuradas. Chaminé ativa, fumaça subindo pelo céu, avisando com seu aroma típico da roça que há quitandas ou “comidas de angu” esperando os comensais”

– Portal de Minas Gerais

 

Com essa descrição, que cria uma atmosfera histórica da típica identidade cultural gastronômica mineira, antiga e bastante amadurecida, vou homenagear o feriado de Tiradentes, mártir do episódio da Inconfidência Mineira, a gastronomia de Minas Gerais e suas deliciosas receitas: Leitão à pururuca, frango caipira, torresmo frito, linguiça temperada…


Minas Gerais é um dos pólos gastronômicos mais importantes do Brasil por suas contribuições culinárias. Pratos condimentados, aromas fortes e seus preparos característicos são marcas da cozinha de Minas.

 

 

E em meio a tudo isso, escolhi um dos pratos que de Minas ganhou o Brasil com muito sabor: o feijão tropeiro. A delícia reúne carne de porco (bacon, linguiça), torresmos, ovos e muitos temperos característicos. O feijão tropeiro é cheio de marra, cheio de segredos caseiros para melhorar o resultado, e cheio de escolhas que você tem que fazer também.

 

Então vamos a receita caprichada desse trem baum uai?

 

 

 

Feijão Tropeiro

Rende 6 porções

 

INGREDIENTES

 . 400g de feijão carioquinha
 . 1 cebola grande, picada em cubos
 . 2 dentes de alho
 . 200g de bacon, picado
 . 100g de linguiça calabresa, picada
 . 100g de linguiça de porco
 . 200g de lombo defumado, picado
 . Torresmo (à gosto)
 . 4 ovos grandes
 . 1 xícada de farinha de mandioca
 . Sal e pimenta do reino

 . Óleo para fritar

 

 

MODO DE PREPARO

 

• Primeiro passo é cozinhar o feijão no ponto certo: inteiramente cozido, mais ainda bem firme, para não desmanchar ou “empapar”. Algo como 30 minutos numa panela de pressão. É bom abrir um pouco antes e deixar cozinhar mais lentamente no final, para não errar o ponto. Escorra bem e reserve.

 

• Escolha uma panela bem grande e larga, porque o tropeiro precisa de espaço.

 

• Aqueça-a bem, e adicione o bacon, que deve fritar na própria gordura.

Depois, adicione as linguiças e o lombo, e em seguida a cebola e o alho.

Quanto estiver tudo bem fritinho, reserve essas carnes dentro da própria panela, arredando tudo para o lado (arredar é coisa de mineiro; pode ser empurrar).

Coloque os quatro ovos, e assim que eles “formarem” (a clara endurecer), corte-os e vá mexendo, como se fossem ovos mexidos.

 

• Nesse ponto, misture tudo, e adicione a farinha.

Deixe que os ingredientes se combinem por alguns minutos.

Pode usar mais óleo, se necessário.

A quantidade de farinha deve ser suficiente para absorver toda a gordura, sem deixar o tropeiro seco. Quando estiver tudo uma coisa só, adicione o feijão e misture novamente.

 

• Finalizando o seu feijão tropeiro
Desligue o fogo e adicione as folhas de couve, que devem ser picadas em tirinhas da menor largura possível. Quanto mais finas, melhor! Misture bastante e está pronto. Eu gosto de decorar o tropeiro rico com limão. Torresmo é outro opcional.

 

Dica da Chef:

Sugestão de acompanhamentos: arroz branco, couve, bife de porco e torresmo.

 

 

Muito bom apetite e um ótimo feriado!

beijos

 

 

Compartilhe
Compartilhe
Curta!
Please reload

Categorias
Please reload

Archive
Please reload

Receba as novidades
Please reload

Postagens Recentes